sexta-feira, abril 03, 2009

MUP: Solidariedade com o Agrupamento de Escolas de Santo Onofre

SOLIDARIEDADE PELA RESISTÊNCIA

Depois de receber a MOÇÃO DOS PROFESSORES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ONOFRE, o MUP vem manifestar publicamente a sua solidariedade a todos os corajosos colegas deste Agrupamento pela dignidade e acção em prol da defesa da democracia, apoiando a sua revolta perante os ataques superiores aos mais básicos princípios dos direitos dos cidadãos e da convivência democrática.

O MUP apela também a que, no País, se gere uma corrente de apoio e de solidariedade para com os colegas deste Agrupamento das Caldas da Rainha e que possa, ao mesmo tempo, contribuir para que seja respeitada a democracia em todos os locais onde ela deve começar por ser ensinada: as escolas.

MOBILIZAR! UNIR! RESISTIR
NÃO PODEMOS FICAR PARADOS! PASSA AOS COLEGAS!

2 comentários:

Isabel Pedrosa Pires disse...

SAUDAÇÃO AOS PROFESSORES E EDUCADORES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ONOFRE
O Conselho Nacional da FENPROF, reunido a 2 de Abril de 2009, face à notícia de que a DREL demitiu, fundamentando de forma que levanta dúvidas de legalidade, o Conselho Executivo do Agrupamento de Escolas de Santo Onofre, em Caldas da Rainha, entende tornar público o seu firme repúdio por tal decisão. Para além de sublinhar a questão da aparente ilegalidade de tal atitude, que impede a conclusão do mandato a um Conselho Executivo legalmente eleito, o Conselho Nacional considera que esta intenção da DREL é profundamente antipedagógica por ser uma medida que criará, inevitavelmente, um ambiente de tensão e de revolta, em tudo contrárias aos interesses dos alunos, dos docentes e da comunidade escolar, numa Escola que se destaca pelo valor e criatividade do seu projecto e prática educativos, como é publicamente reconhecido. O Conselho Nacional da FENPROF saúda os docentes do Agrupamento, considerando-os como um exemplo do esforço de construção de uma Escola Pública de Qualidade, cujo trabalho deveria merecer maior respeito por parte dos responsáveis do Ministério da Educação.
Lisboa, 2 de Abril de 2009

O Conselho Nacional da FENPROF

Nesta Escola há 4 dirigentes do SPGL (1 deles é o Coordenador do SPGL OESTE) que estão a acompanhar a situação, tanto a nível jurídico como político.
Estamos todos solidários com estes colegas (estive lá há 3 semanas)estamos a aguardar que nos digam como nos devemos expressar.

Bea disse...

Excelentes blogs... mais uns para a visita diária...
em resposta ao ? já publiquei!
abraços